Riscos

A manipulação dos gases medicinais está associada a riscos de diferentes tipos:

  • Pressão 
  • Sobreoxigenação e suboxigenação
  • Incêndio
  • Asfixia
  • Queimaduras
  • Queda de garrafas
  • Erros de dispensa

Abaixo apresentamos-te alguns dos riscos que ocorrem com maior frequência. Para conheceres as medidas de segurança clica aqui.

Clica ou navega pela página
1. Riscos de manipulação de garrafas
2. Riscos de armazenamento de garrafas
3. Riscos de transporte de garrafas
4. Etiquetas de identificação de garrafas
5. O triângulo do fogo

Riscos de manipulação de garrafas

Manipula corretamente as garrafas

– Os dedos podem sofrer fraturas por ficarem entalados entre duas garrafas que se manipulem incorretamente
– As pessoas podem magoar-se devido à queda de garrafas
– Podem originar-se cortes com as túlipas durante a manipulação de garrafas

Não levantes uma garrafa caída

Existe risco de aplicar um esforço excessivo sobre o corpo durante a manipulação de garrafas
Podem ocorrer entalões devido à queda de garrafas
– Podem ocorrer quedas devido a garrafas, ou outros objetos que estejam mal posicionados em zonas de passagem

Riscos de armazenamento de garrafas

Prende corretamente as garrafas

Os dedos dos pés podem sofrer fraturas quando uma garrafa não é presa corretamente

Riscos de transporte de garrafas

Transporta corretamente as tuas garrafas

– Transportar uma garrafa de forma errada ou tentar levantar uma garrafa que se encontra caída pode provocar dor nas costas

as propriedades dos gases constam nas etiquetas juntamente com os riscos

Classificação dos gases de acordo com a sua perigosidade

Asfixiante / Inerte

Estes gases não sustentam a combustão e não são tóxicos. No entanto, todos representam um perigo de asfixia através da redução do teor de oxigénio no ar. 1

Inflamável / Combustível

Estes gases ardem no ar ou em contacto com qualquer gás oxidante e quando misturados com o ar numa determinada percentagem criam uma atmosfera explosiva.1
Oxidante / Combustível
Estes gases ativam a combustão. Podem estar a alta pressão, ser tóxicos e reativos, e podem retirar o oxigénio respirável do ar. 1

Tóxico

Estes gases requerem um manuseamento especial, devido ao risco que apresentam para as pessoas que os manipulam.1
Corrosivo

Estes gases apresentam ação corrosiva devido à elevada reatividade química com bastantes produtos: metais, roupas, etc.1

Uma garrafa é uma forma de armazenamento de gases pressurizados

Desde 1 bar até 300 bares
Isto equivale a 300 vezes a pressão atmosférica. Para suportar a pressão, as garrafas são desenhadas, inspecionadas, comprovadas, e revistas periodicamente.

Se queres saber mais sobre a datas de validade das garrafas clica aqui.

O triângulo do fogo

O oxigénio, um dos gases mais utilizados, é um gás oxidante. Juntamente com materiais que podem atuar como combustível (por exemplo, gordura, sujidade, etc.) e energia proveniente de uma fonte de calor (uma faísca, uma queda, etc.), pode causar um incêndio. 

Lembra-te, todos os acidentes são evitáveis

Referências
(1) 2017. Manual Hospitalar Boas Práticas de Gestão de Gases Medicinais. 1st ed. [ebook] Lisboa: APEQ & Responsible Care, pp.58, 59. Available at: <https://www.ordemfarmaceuticos.pt/pt/publicacoes/manuais/manual-hospitalar-boas-praticas-de-gestao-de-gases-medicinais/> [Accessed March 2022].